Quem diria ! Descobertas 2 carreiras de aviação ao serviço no norte do país …

Diz-nos Nicolau Ferreira (do Público) que os rastos químicos ou chemtrails não passam de meros gases de escape dos motores dos aviões a jacto que sulcam os céus. Muito bem; então onde se vêem os rastos terão passado os aparelhos na sua função de transporte civil/comercial.

Se isto se baseia, até, na ciência estadunidense, vamos verificar a hipótese no caso registado na seguinte foto obtida na zona de Santo Tirso, na direcção do monte de Pilar (onde existe uma estação de radar da força aérea):

rastos químicos  sto tirso xis

rastos químicos sto tirso xis

 Examinemos:

Rasto a – vem de nascente para poente, em direcção ao mar; terá sido criado por um voo, se feito em linha recta, sobre a região de Vila Pouca de Aguiar (antes, Valpaços e Bragança), Mondim e Celorico de Basto, Felgueiras, sul da cidade de Santo Tirso, Guilhabreu (Maia) e Angeiras (Matosinhos, perto de Pedras Rubras ); visto pelo mapa e com forte possibilidade de estar coerente (o site radarbox24 assinala uma rota – UL155 – passando por Zamora para chegada ao aeroporto de Pedras Rubras);

Rasto b – é paralelo à costa e pode desenrolar-se, de sul para norte, de Coimbra a Valença ou Monção (o site radarbox24 não assinala rota alguma para o caso).

Sendo assim e para confirmar a teoria exposta por Nicolau Ferreira (Público), resta-nos admitir que:

o Rasto a – é dum voo de Tinhela de Cima (Vila Pouca) a Angeiras, ligando duas estâncias de lazer muito procuradas e evitando os fartos quilómetros da A7 , mais a aproximação ao parque de campismo e à lota da vila piscatória;

o Rasto b – é talvez dum voo que liga Penacova (a capital da chanfana e da lampreia, no centro) ao monte Faro, sobranceiro a Tuy (e por isso o voo é considerado quasi-internacional e com maiores requintes de cabine pagos por pouco mais), substituindo a enfadonha viagem pela A1+A3 e a sobrecarga das portagens tão pouco desejada !

E assim, como as cerejas, analisando a aplicação duma teoria – que desbarata de forma fulminante a conspiração que alguns pretendem erguer sempre que vêem o Céu sujo de rastos brancos, rectilínios e esquadrinhados, que incompreensìvelmente se transformarão numa poeira plana absurda – se descobriram duas carreiras aéreas no espaço aéreo nacional ! Estamos de parabéns com este sucesso e quem desejar  passe a utilizá-las: as companhias que as exploram dão pelos nomes NEVERjet  e … airLOST !

Recapitulando …

rastos químicos  sto tirso 16:30 xis

rastos químicos sto tirso 16:30 xis

 

 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s